segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O LOBO -..e os pensamentos doentios de uma noite sem luar...


Quero dizer-vos uma coisa... eu não sou o que aparento. A imagem que faço passar é apenas uma roupagem cuidadosamente tecida, que me defende das vossas perguntas e me protege da minha negligência. Meus amigos, o que eu sou mora na casa do silêncio, e lá dentro permanecerá para sempre, despercebido, inalcançável.

Não quero que acreditem no que digo nem que confiem no que faço – pois as minhas palavras são os vossos próprios pensamentos em articulação e o que faço, as vossas próprias esperanças em ação. Quando dizeis: “O vento vem do Norte”, eu digo: “Sim, sopra mesmo do Norte”, pois não quero que saibais que a minha mente não habita no Vento, mas nos Rios. Não podeis compreender os meus pensamentos, filhos das florestas da alma, nem eu gostaria que compreendesseis.

Preciso de estar só nas matas. Quando se faz dia convosco, é escuro dentro de mim. No entanto, mesmo assim falo do dia claro que dança sobre os montes e das sombras azuladas que se insinuam ao longo do vale: porque não conseguis ouvir as canções das minhas trevas nem ver as minhas asas,batendo contra as estrelas – e eu prefiro que não ouçais nem vejais.

Gostaria de ficar a sós com a noite. Quando ascendeis ao vosso Céu, eu desço ao meu Inferno – mesmo então chamais-me através do abismo intransponível, “Meu Amigo, Meu Companheiro virtual”, e eu respondo-vos: “Meus Amigos, Meus Companheiros Virtuais” – porque não gostaria que visseis o meu Inferno. A chama queimaria os vossos olhos, e a fumaça encheria as vossas narinas. E amo demais o meu Inferno para querer que o visiteis. Prefiro ficar sozinho no Inferno. Amais a Verdade, e a Beleza, e a Rectidão. E eu, por vossa causa, digo que é bom e decente amar essas coisas. Mas, no meu coração rio-me do vosso amor. Mas não gostaria que visseis o meu riso. Gosto de rir sozinho.

Meus Amigos, sois bons e cautelosos e sábios. Sois perfeitos – e eu também, falo convosco sábia e cautelosamente. E, entretanto, sou louco. Porém mascaro a minha loucura. Prefiro ser louco sozinho: Meus Amigos, vós não sois meus Amigos, mas como vos farei compreender? O meu caminho não é o vosso caminho. Contudo... juntos marchamos, de mãos dadas.

15 comentários:

Lebasiana disse...

o que importa é que te sintas bem dessa forma!

não venho aqui com o intuito de te conhecer... és mais uma personagem de um livro, que se perderá no meio de tantas outras que já conheci! E é essa personagem, que tu crias, que eu quero continuar a " explorar"...

a tua forma de escrever é profunda e inquietante e, se calhar de uma forma inconsciente [se calhar até não], fazes-me pensar e esquecer algum momento dificil que estou a viver. Outras vezes, exactamente por sermos tão opostos como o céu e o inferno, fazes-me colocar os pés na terra!

não sintas necessidade de te justificar... e continua assim... a interpretar essa personagem que tem tanto de louco, como de misterioso! Se viesses para aqui escrever sobre o teu próprio "eu", se calhar, até serias uma seca, como eu! ;) [e eu deixaria de cá vir!]

Jinhos!

gabrielle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruxa do Bosque disse...

Assim arrepias-me.

gabrielle disse...

compreendi-o, embora perceba que prefere que não compreenda... o céu e o inferno de cada um, não é mais nem menos, do que o que cada um quiser... não muda o perfume com o nome da rosa, não muda o amor apenas porque lhe chamam mal querer!


fique bem! beijinhos perdidos nas divagações de pott

A Senhora disse...

Lobo, lobinho...

bjs

continuando assim... disse...

LObo ... isso já eu adivinhava!!! beijo
teresa

Mary disse...

És um tipo sinistro e engraçado ao mesmo tempo.
Admiro a tua versatilidade.
Claro que com esta forma de agredir,baralhar e provocar,acabas por fascinar as pessoas.
Enfim,és o verdadeiro homem de mistérios.

Um beijo muito misterioso.

APIANISTA disse...

Em todo homem existem centenas de homens;o homem tem possibilidades infinitas.

Bloguinho da Zizi disse...

Vamos lá Lobo. Tens aqui a minha mão, vamos seguindo.......

NOKITAS disse...

Lobo mau,Lobo feio!
Então tu andas a enganar-nos?
Seu parvo.
E eu que te julgava meu amigo.

Lágrimas de tristeza para ti.

Catarina A Grande disse...

Arre lobo que és um filho da mãe.
Grande patife me saiste.
Vou organizar um movimento para se planear uma batida.
Desta vez não vais escapar.

Teresa disse...

Adoro pessoas misteriosas. Realmente elas despertam-me muito interesse. Gosto de estudar a sua personalidade.
Muitas vezes são realmente insondáveis.
No teu caso trata-se de um verdadeiro fascinio,na minha opinião,claro,claro.

Josejina disse...

Deixa-me visitar a Casa do Silêncio,os teus Rios,o teu Vento que sopra não sei de onde,o teu Inferno secreto.Deixa-me ouvir as Canções das tuas Trevas,e as tuas Asas que batem nas estrelas.
Deixa-me passar o Abismo intransponivel.
Deixa-me rir contigo.Deixa-me mergulhar na escuridão da tua Alma.
Porque estou completamente apaixonada por ti.

Um beijo muito grande

clarinha florida disse...

Mas agora já se fazem declarações de amor no teu blogue?
Está bonito está.
Sera que tenho que me declarar para me dares alguma atenção?
Era o que faltava.

Mariana disse...

eu não sei que és,mas tenho uma leve desconfiança...de que 'mulher'falavas?