quarta-feira, 28 de outubro de 2009

as pinturas e o que pensa o dono do LOBO sobre o assunto...


Vão longe os tempos em que Ovídio aconselhava: «Não deformeis as orelhas com as pedras que o hindu cor de bronze recolhe do fundo do mar, nem ostenteis ricos vestidos pesados de ouro, porque com tanto luxo fareis fugir aquele que desejais atrair.» Hoje, no entanto, atraem-no de verdade, porque há sempre algum que espera encontrar, sob os ricos vestidos pesados de ouro, uma casadoira ou uma viúva de subarrendamento.
Para as jóias e roupas caras, descobriram-se sucedâneos baratos: o Pó de Arroz, os Cremes, as Bases(não percebo muito disto). Não sei de nada mais sedutor que um rosto bem pintado sobre um singelo «tailleur».
O truque esfuma a verdade,confunde os traços,torna imprecisas as formas,faz misteriosa a fisionomia.
As artistas que surgem nos palcos sepultadas sob um véu de pó de arroz e um raio de luz, têm a vantagem da imprecisão. O seu rosto, vemo-lo a nosso modo, segundo a nossa interpretação.
As mulheres que se pintam são interpretadas como livros simbólicos. As que não se pintam são abertas como livros comuns. Livros aborrecidos.
A pintura no rosto é como a meia de seda na perna: dá-lhe um encanto intenso; mas, se recebe um pequeno rasgão ... Acabou-se! Ai, se um pouco de vermelhidão passa do lábio ao queixo!
Maridos, amantes, desconfiai da mulher que volta para casa com os lábios sem baton. Isto quer dizer que a cor transmigrou da sua boca para a do outro.
Maridos, amantes, desconfiai da mulher que volta para os vossos braços com a boca pintada de modo desordenado e excessivo. Quer dizer que teve pressa em restaurar o rosto após uma devastação movimentada.
Desconfiai da mulher que volta para o ninho com os olhos sabiamente sombreados, com as faces escrupulosamente branqueadas, com os pómulos cobertos de vermelho na medida perfeita, com os lábios repassados com mão segura. Ela é uma enganadora fria: traiu-vos com serenidade, com ardor contido, com equilibrado entusiasmo.
Ela é a mais perigosa!
Amantes, maridos, desconfiai de todas as mulheres, pintem-se elas ou não.
Mas, não. Não desconfieis destas últimas, deixai que vos enganem. E procurai uma amante que conheça os segredos dos violetas, dos azuis, do «vieux rose» e do «henné». São tão numerosas na rua! Andam duas a duas, e parecem-se, porque ambas têm as trinta belezas de Helena.
Assemelham-se com tanta perfeição, e têm idades tão imprecisas que é imprudente e arriscado dizer-se a uma das duas:
-Não poderias livrar-te da chata da tua mãe?
Porque há o perigo de se ouvir, como resposta:

-É minha filha.

16 comentários:

A Senhora disse...

Essa eu li um dia e esqueci o autor (sim, claro, era um homem): nunca confie numa mulher que diz sua idade verdadeira - uma mulher que diz isso é capaz de dizer qualquer coisa!

Eu sempre digo a minha verdadeira idade. :)

E, meu amigo, presumo que adore a solidão dos lobos, nào? :))

beijocas desconfiadas... ;)

O LOBO de....POTT disse...

É um engano, minha amiga,pensar que apenas amo a solidão.Gosto de gente e de barulho.Gosto de criar a confusão.
Sou um analista(sem pretençôes)da vida.Duma forma geral faço-o para mim.
Por vezes sou crú,desagradável,um pouco rude.
Outras vezes entrego-me ao sonho.
Eu sou uma espécie de criado mudo,mas,que embora baixinho,fala, e diz o que pensa..
Nada mais do que isso.

Um bom dia para si Senhora

Desisto disse...

E verdade,com ou sem pinturas,há mulheres que passam, com ligeireza e sem grandes sentimentos de culpa, dos braços do seu legítimo ... que amam para os do seu amante, com quem se divertem....

Sinal dos tempos

BJ

Tesourinha disse...

Sei quando uma mulher está a trair por 3 factores que nós nunca controlamos: 1) pelo olhar, 2) pelas atitudes cotidianas e, o mais denunciador, 3) nas entrelinhas do que dizemos, tom de voz, palavras específicas escolhidas para expressar qualquer ideia ou comentário.
Não esqueçamos as mudanças de visual(pinturas etc).
Sou mestre em captar tais sinais inconscientes.

A Senhora disse...

Amar a solidão não quer dizer que viva só para ela. Da mesma forma que, à partir do comportamento de uma mulher, generalizar para conclusões espantosas.

Solidão é boa para reavaliarmos nossas idéias sobre as coisas. Por que nào gostarmos dela?

Viver solitário, pelo contrário, pode nos induzir ao erro de acreditarmos em nossas próprias ilusões. E alguns, pelo aconchego dessas ilusòes, preferem ficar neste mundo. Por que não gostar de ser solitário e viver neste mundo?

Quanto às maquiagens... Não precisamos ir longe. A vida virtual permite que todos, sem exceção, possam fazer isso. Uns com maquiagem mais pesada, outros nem tanto. Mas todos, com certeza, fazemos.

Beijos, querido. ;)

Bloguinho da Zizi disse...

Dizem que as mulheres são mais discretas quando traem. Ao que parece, todo mundo pode ser traído e nunca descobrir. Confiar desconfiando pode ser um começo. Só o tempo e a convivência podem revelar as verdadeiras intenções da pessoa que estamos nos relacionando.
Em se tratando de admitir as possíveis puladas de cerca, os homens são mais positivos. Acham que é elegante ser visto como alguém que trai. As mulheres não costumam admitir, pois a sociedade ainda reprova a liberalidade do sexo feminino. Seja como for, penso que realmente as mulheres estão certas em afirmar: os homens traem mais. Os motivos é que não faltam.

Emília disse...

Bom dia menino.
As vezes, tenho a sensação que estamos discutindo o "sexo dos anjos".
A traição feminina numa sociedade machista, é doença infecto-contagiosa.Concordo em núnero, gênero e grau.
Se vc não existesse eu mandaria fazer um...
Emilinha

Silvana Nunes .'. disse...

Maravilha o seu cantinho.
Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
O meu território já está demarcado.
Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Terei sempre uma história para contar.
Saudações Florestais !

Teresa Lobato disse...

Este post fez-me sorrir :)
Como não te conheço bem, não sei até que ponto crês naquilo que escreves ou se queres apenas atiçar fogos :) Parece-me ser mais este o caso...

Longe vai o tempo em que eu me poderia irritar com algumas das coisas que escreves sobre a mulher. Mas acho que te divertes imenso a fazer provocações :)

Abraço

NOKITAS disse...

Olha meu querido,com essa experiencia toda,vê lá o que te sai na rifa.
Se continuas com desaforos,zango-me.

clarinha florida disse...

Por vezes penso que nos queres baralhar.
AS maluqueiras que dizes...são tão engraçadas.

Beijinhos e muitos abraços da tua

Clarinha

Nordestina disse...

Se calhar tens mesmo razão.
Somos todas umas malucas.
Pois é. Deixei de me preocupar. Ou melhor, às vezes ainda me preocupo, mas evito ao máximo. E até já consigo mesmo, depois de uma fase inicial, não pensar mesmo. É bom, liberta-nos o pensamento para questões mais proveitosas. E também nos traz a fantástica capacidade de curtir mais o presente e mandar para o inferno aquilo que os outros dizem,ou pensam.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Dado o adiantado da hora deixo apenas um sorriso aberto nada trocista antes pelo contrário. Que espero seja decifrado pelo homem inteligente que diz o que pensa e nem sei ( e não interessa) se pensa o que diz.

É apenas uma forma de comunicar porque cada um de nós sente a necessidade de falar.Mesmo sem saber quem está do outro lado. Acreditando que é quem diz ser.

Bj

Mary disse...

Não sei se as mulheres são assim tão perversas.Eu,na realidade,podes acreditar,não sou.
É evidente que não ha santas,todas nós "pecamos"um
dia.Nem que apenas em pensamento.
Acredito que hoje em dia a mulher se tenha solto dando à sua vida outro horizonte.
Mas,como sou romântica, e tambem conservadora,quero acreditar que as coisas não são ,tão assim como dizes.

UMBJ

Moralista disse...

No mundo de hoje já ninguem se espanta com a traição da mulher.È moeda corrente.
Nenhuma mulher é julgada por razões desse tipo.
É a sociedade em decomposição.
Desculpem lá, mas alguem tinha que defender a Moral.
Para me defender,não me caso.
Disse.

Meditando disse...

Vejam bem,este tipo agora resolveu meter-se com a Mulher!
Mas isto é um desaforo.
Gostamos muito de ti e das "palermices" que apregoas,mas,o que é demais chateia.
Vê se pensas antes de falar.
Ouviste?
Tchau